dez

2022
12/06/2022
01/01- 02/04

Festival Hors Pistes

O Festival Hors Pistes do Centro Pompidou é um projeto proposto pela Aliança Francesa e pela Embaixada da França no Brasil no contexto do Novembro Digital. Com o tema Ecologia das imagens, o festival chega a São Luís e mais cinco capitais brasileiras.

Hors Pistes é um festival de todas as formas de imagem, reunindo criações de diferentes campos: projeção, performance, instalação de vídeo, imagens da web efêmeras ou imagens em andamento. Ele apresenta obras visuais internacionais que exploram o mundo em que vivemos dialogando com obras nacionais. Em fevereiro, estarão em cartaz

  • Redundância, de Wayner Tristão
  • Floralia, de Sabrina Ratté

Quando: Em cartaz até 02 de abril

Saiba mais
icone no formato do logo
05/01- 28/02

Curso de Produção em Música Eletrônica

O curso é ministrado pelos produtores de música eletrônica Ricardo Muralha e Bruno Qual de forma online. Com uma indicação ao Grammy no curriculo, a dupla compartilha seus conhecimentos e técnicas na produção de beats e remixes.

#ccvmemcasa + Festival Kebrada
Quando: Todas as quartas do mês.

Saiba mais
icone no formato do logo
06/01- 27/01

Shows Pátio Aberto 2021

Shows e apresentações de cultura popular no pátio do CCVM, às 19h

Quando: 6 de janeiro – Apresentação Paixão da Ilha – Bumba Meu Boi da Pindoba
13 de janeiro – Apresentação Tambor de Crioula Amor de São Benedito da Fé em Deus
20 de janeiro – Show Flávia Bittencourt
27 de janeiro – Apresentação 35 anos de folia – Máquina de Descascar’Alho

Saiba mais
icone no formato do logo
09/01- 09/01

Morfose, com Uýra Sodoma

Um passeio sensorial e reflexivo pelos diálogos vividos por Andreza, durante o isolamento social numa cidade estrangeira, no ano de 2020, onde natureza, arquitetura e seus elementos foram capazes de trazer sensações memoráveis, com um gosto de sol.

Integra o projeto Sensações Memoráveis com curadoria de Marco Paulo Rolla.

Quando: 9 de janeiro, às 11h

Saiba mais
icone no formato do logo
10/01- 10/01

Podcast Faz Colher e Borda o Cabo

O podcast do Horizonte Aberto está no ar! O “Faz colher e borda o cabo” é desenvolvido pelo Núcleo Educativo do Centro Cultural Vale Maranhão, com intenção de enfatizar a inexistência de fronteiras entre vida cotidiana, arte e função, nas práticas, saberes e fazeres do povo.

Quando: 10 de janeiro

Saiba mais
icone no formato do logo
13/01- 13/01

DJ Jota Januzzi

Jota Januzzi é dono de um estilo original. Sua ampla pesquisa musical se traduz em sets multifacetados, capazes de conduzir o ouvinte por diferentes universos, incorporando múltiplos gêneros e subgêneros, amarrados por uma forte narrativa.

A paixão pela musica eletrônica surgiu nos anos 90, quando começou a colecionar discos, mais a frente a tocar e produzir noites, se tornando um dos nomes mais presentes em Minas Gerais nos últimos 20 anos. Atualmente é residente da 101Ø, um dos principais coletivos de música eletrônica de Belo Horizonte. Já se apresentou em diversas festas e clubs em São Paulo, Rio, Porto Alegre, Belo Horizonte, Florianópolis, Brasília, Búzios entre outras.

Evento presencial, na Sala Azul do MMGV.

Quando: Dia 13/01, das 19h30 às 21h.

Saiba mais
icone no formato do logo
14/01- 14/01

Show BK

BK’ realiza o show com sucessos de seus três trabalhos: “Castelos & Ruínas”, “Gigantes” e o mais recente,”O líder em movimento”, lançado em 2020 com o potente discurso de BK’ sobre lutas raciais.

Quando: 14 de janeiro

Saiba mais
icone no formato do logo
15/01- 22/01

Oficina MOBRI: Brinquedos de papelão – Dinossauro

á pensou em construir o seu próprio brinquedo? Não precisa de pilha nem outros dispositivos eletrônicos. Basta usar raciocínio, criatividade e imaginação para começar a brincadeira. Utilizando papelão, a Mobri ensinará como construir um dinossauro!

Cada dia terá quatro turmas:
– das 10h30 às 11h
– das 11h às 11h30
– das 11h30 às 12h
– das 12h às 12h30.

Faixa-etária: 4 a 10 anos.

Inscrições pelo telefone (31) 3343-7317, a partir do dia 03/01/2022.

OBS.: a criança deverá ser acompanhada por um responsável durante todo o tempo da oficina. Haverá tolerância de 5 minutos para a chegada do participante. Após esse tempo, a vaga será liberada para outros interessados presentes no local.

Integra o projeto Férias Divertidas no Memorial.

Quando: Dias 15 e 22 de janeiro

Saiba mais
icone no formato do logo
16/01- 16/01

Oficina de Origami: Bora dobrar!, com Kennya Ramalho – Ímã Vestido

Dobraremos juntinhos um lindo e charmoso vestido em origami que irá decorar cantinhos encantados do seu dia a dia.

Serão duas turmas:
– das 10h30 às 11h30
– das 11h30 às 12h30.

Faixa-etária: 7 a 10 anos.

Inscrições pelo telefone (31) 3343-7317. a partir de 03/01/2022.

OBS.: a criança deverá ser acompanhada por um responsável durante todo o tempo da oficina. Haverá tolerância de 5 minutos para a chegada do participante. Após esse tempo, a vaga será liberada para outros interessados presentes no local.

Integra o projeto Férias Divertidas no Memorial.

Quando: Dia 16 de janeiro

Saiba mais
icone no formato do logo
18/01- 26/01

Oficina de Stencil, com Julia Mendes

Utilizando-se da técnica stencil, crianças serão convidadas a estampar camisas, bolsas ou pedaços de tecidos com imagens e frases. É necessário que os participantes tragam camisa usada (sem estampa e de qualquer cor) ou bolsa.

Cada dia terá quatro turmas:
Dia 18/01
– das 14h às 14h30.
– das 14h30 às 15h.
– das 15h às 15h30.
– das 15h30 às 16h.
Faixa etária: 3 a 6 anos.

Dia 26/01
– das 14h às 14h30.
– das 14h30 às 15h.
– das 15h às 15h30.
– das 15h30 às 16h.
Faixa etária: 7 a 10 anos.

Inscrições pelo telefone (31) 3343-7317. a partir de 03/01/2022.

OBS.: a criança deverá ser acompanhada por um responsável durante todo o tempo da oficina. Haverá tolerância de 5 minutos para a chegada do participante. Após esse tempo, a vaga será liberada para outros interessados presentes no local.

Integra o projeto Férias Divertidas no Memorial.

Quando: Dias 18 e 26 de janeiro

Saiba mais
icone no formato do logo
20/01- 20/01

Oficina Bonecas Africanas, com Nanci Lourdes

A construção da boneca negra, batizada por Nanci Lourdes de Erê, preserva, em forma de escultura, um pouco da história de um povo que carrega no peito a alegria de uma criança. Confeccionada com jornal, desperta a atenção e os cuidados que devemos ter com o meio ambiente, “nossa mãe Terra”, tão sagrada para nossos ancestrais africanos e para todo o planeta.

Faixa-etária: 9 a 12 anos.

Inscrições pelo telefone (31) 3343-7317. a partir de 03/01/2022.

OBS.: a criança deverá ser acompanhada por um responsável durante todo o tempo da oficina. Haverá tolerância de 5 minutos para a chegada do participante. Após esse tempo, a vaga será liberada para outros interessados presentes no local.

Integra o projeto Férias Divertidas no Memorial.

Quando: Dias 20 e 21 de janeiro, das 14h às 16h

Saiba mais
icone no formato do logo
23/01- 23/01

Oficina de Origami: Bora dobrar!, com Kennya Ramalho – Colar Coração

Imagine ter um quadrado de papel em suas mãos e transformá-lo em um lindo coração. Com ele em mãos, criaremos um acessório para que ele fique mais tempo ao seu lado e pertinho de seu coração.

Serão quatro turmas:
– das 10h30 às 11h.
– das 11h às 11h30.
– das 11h30 às 12h.
– das 12h às 12h30.

Faixa-etária: 5 e 6 anos.

Inscrições pelo telefone (31) 3343-7317. a partir de 03/01/2022.

Integra o projeto Férias Divertidas no Memorial.

Quando: Dia 23 de janeiro

Saiba mais
icone no formato do logo
23/01- 23/01

Show – Wilson Dias

Auditório- MMGV

Quando: Dia 23/01, às 11h.

Saiba mais
icone no formato do logo
27/01- 28/01

Oficina Como desenhar dinossauros, com Val Armanelli

Baseados em uma imagem, vamos fazer o desenho de um dinossauro, primeiro construindo-o com figuras geométricas, depois refinando o desenho adicionando detalhes e características. Por fim, vamos transferir o desenho para um segundo papel e colorir! Um desenho completo, bem rapidinho!

Cada dia terá duas turmas:
– das 14h às 14h40.
– das 15h às 15h40.

Faixa-etária: 7 a 10 anos.

Inscrições pelo telefone (31) 3343-7317. a partir de 03/01/2022.

OBS: a criança deverá ser acompanhada por um responsável durante todo o tempo da oficina. Haverá tolerância de 5 minutos para a chegada do participante. Após esse tempo, a vaga será liberada para outros interessados presentes no local.

Integra o projeto Férias Divertidas no Memorial.

Quando: Dias 27 e 28 de janeiro

Saiba mais
icone no formato do logo
29/01- 29/06

Oficina MOBRI: Brinquedos de papelão – Casas e Carro

Nessa oficina, os encaixes e as dobras do papelão se transformarão em casas e carros!

Serão quatro turmas:
– das 10h30 às 11h.
– das 11h às 11h30.
– das 11h30 às 12h.
– das 12h às 12h30.

Faixa-etária: 4 a 10 anos.

Inscrições pelo telefone (31) 3343-7317, a partir do dia 03/01/2022.

OBS: a criança deverá ser acompanhada por um responsável durante todo o tempo da oficina. Haverá tolerância de 5 minutos para a chegada do participante. Após esse tempo, a vaga será liberada para outros interessados presentes no local.

Integra o projeto Férias Divertidas no Memorial.

Quando: Dia 29 de janeiro

Saiba mais
icone no formato do logo
29/01- 29/01

Para Chicos – Mariana Arruda Buarqueando para Crianças

Uma viagem pelo cancioneiro de Chico Buarque, com um olhar lúdico e teatrante da atriz, cantora Mariana Arruda do Grupo Maria Cutia de Teatro. Em cena, canções como “João e Maria”, “Pedro Pedreiro”, “Valsa dos Clowns” e clássicos das trilhas de “Os Saltimbancos” e “Os Saltimbancos Trapalhões”.

No Auditório- MMGV.

Quando: : Dia 29/01, às 16h.

Saiba mais
icone no formato do logo
30/01- 30/01

Oficina de Origami: Bora dobrar!, com Kennya Ramalho – Marcador de Página: Boneca Japonesa

Hina Matsuri, (Festa das Bonecas) ou “Dias das Meninas”, é uma festa típica japonesa que ocorre no dia 3 de março, em que se ora pela saúde das meninas com a exibição de bonecas vestidas de quimono (Hina Ningyô). Os participantes irão conhecer um pouco da história das bonecas Ningyô e confeccionar um marcador de página na forma de uma Ningyô usando a técnica do origami.

Serão duas turmas:
– das 10h30 às 11h30.
– das 11h30 às 12h30.

Faixa-etária: 11 a 15 anos

Inscrições pelo telefone (31) 3343-7317, a partir do dia 03/01/2022.

OBS: a criança deverá ser acompanhada por um responsável durante todo o tempo da oficina. Haverá tolerância de 5 minutos para a chegada do participante. Após esse tempo, a vaga será liberada para outros interessados presentes no local.

Integra o projeto Férias Divertidas no Memorial.

Quando: Dia 30 de janeiro

Saiba mais
icone no formato do logo
01/01- 31/01

Dicas Pretas (Educativo MMGV)

A fim de contribuir para discussões questões étnico raciais, estamos trazendo indicações de conteúdo que visam refletir e conhecer mais sobre a identidade negra. Gostaríamos de destacar a produção para o público infantil, no entanto entendemos que para isso acontecer o adulto tem um papel fundamental para a formação de uma sociedade antirracistas.

Link: https://www.facebook.com/MemorialVale / | https://www.instagram.com/memorial.vale/

Quando: Toda sexta-feira, às 11h

Saiba mais
icone no formato do logo
08/02- 13/03

Edital Pátio Aberto

Lançamento do edital Pátio Aberto 2022. O edital é voltado para projetos de apresentações de cultura popular, shows, espetáculos de teatro e dança, exibições audiovisuais e performances. Podem se inscrever artistas maranhenses ou residentes no estado há mais de dois anos.

Quando: De 8 de fevereiro a 13 de março

Saiba mais
icone no formato do logo
03/02- 24/02

Shows Pátio Aberto 2021

Shows e apresentações de cultura popular no pátio do CCVM, às 19h.

Quando:
3 de fevereiro – Apresentação Unidos pela zabumba – Bumba Meu Boi Unidos Venceremos​
10 de fevereiro – Show Amore Delivery – Tiago Máci​
17 de fevereiro – Show Boscotô e a massa de reboco – Grupo Boscotô​
24 de fevereiro – Apresentação Dragões Canta Clássicos dos Sambas Enredos – Mocidade Independente Dragões da Madre Deus

Saiba mais
icone no formato do logo
02/02- 04/02

Oficina Entendendo e elaborando portfólios artísticos para fazedores de Cultura Popular

A oficina será ministrada pelas produtoras culturais Mariana Cronemberger e Júlia Martins, e objetiva facilitar e elucidar dúvidas de fazedores de cultura popular na elaboração de portfólios artísticos para inscrições em editais e projetos de lei de incentivo.

Quando: 02 a 04 de fevereiro

Saiba mais
icone no formato do logo
14/02- 14/02

Podcast Faz Colher e Borda o Cabo

O podcast do Horizonte Aberto está no ar! O “Faz colher e borda o cabo” é desenvolvido pelo Núcleo Educativo do Centro Cultural Vale Maranhão, com intenção de enfatizar a inexistência de fronteiras entre vida cotidiana, arte e função, nas práticas, saberes e fazeres do povo.

Quando: 14 de fevereiro – Radiolas de reggae

Saiba mais
icone no formato do logo
28/02- 28/02

Horizonte Aberto

Trabalho organizado pelo Núcleo Educativo do CCVM, com a proposta de desenvolver uma pesquisa com base em temas atuais, que direciona a construção de uma rede de significados.

O tema é “A Origem das Coisas”.

Quando: 28 de fevereiro – Zé Celso

Saiba mais
icone no formato do logo
25/10- 22/04

Exposição O Maranhão por Pierre Verger

Ministério do Turismo e Instituto Cultural Vale apresentam O Maranhão por Pierre Verger. A exposição retrata o Maranhão pelo olhar do francês Pierre Edouard Léopold Verger (1902-1996), em 80 fotografias feitas durante uma de suas viagens pelo Brasil. A curadoria é da historiadora Paula Porta.

Quando: 25/10/21 até 02/04/22

Saiba mais
icone no formato do logo
17/02- 17/02

Boscotô e a Massa de Reboco

Boscotô e a massa de reboco traz releituras de clássicos, novos sons, humor e descontração nas letras e muita diversidade rítmica.

Um show criado para levar ao público do Pátio Aberto a riqueza dos ritmos maranhenses onde a criatividade e irreverência dos músicos nas composições e arranjos dá o tom!

Quando: 17 de fevereiro, às 19h​

Saiba mais
icone no formato do logo
24/02- 24/02

Mocidade Independente Dragões da Madre Deus

A Mocidade Independente Dragões da Madre Deus chega ao Pátio Aberto do CCVM entoando os clássicos dos antigos carnavais de São Luís e do Rio de Janeiro.​

Os campeões dos últimos carnavais na categoria bloco organizado se apresentarão em formato de banda, homenageando artistas da cultura do Maranhão.

Quando: 24 de fevereiro, às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
03/03

Flávia Bittencourt e João Simas

A cantora Flávia Bittencourt se une ao violonista João Simas para apresentar um show com sucessos da carreira e releituras de músicas da MPB, misturando ritmos e sons característicos de sua trajetória artística.​​

Quando: A estreia acontece no dia 3 de março, às 20h​

Saiba mais
icone no formato do logo
10/03- 11/03

Mostra Mumbi – Mulheres Negras no Audiovisual

Na Semana do Dia Internacional da Mulher, o Centro Cultural Vale Maranhão recebe em seu programa Pátio Aberto a primeira edição da Mostra MUMBI – Mulheres Negras no Audiovisual. Nos dias 10 e 11 de março, serão exibidos filmes maranhenses e nacionais produzidos e dirigidos por mulheres negras, seguidos de bate-papos com realizadoras e artistas​

A Mostra Mumbi – Mulheres Negras no Audiovisual tem entrada gratuita e será realizada a partir das 18h30.

Quando: 10 e 11 de março

Saiba mais
icone no formato do logo
17/03

Ginga Maranhão – Mestre Paturi

O Mestre Paturi traz pro Pátio Aberto uma apresentação de dança, mostrando toda a ginga da capoeira através da música e poesia. Já são mais de 60 anos praticando e transmitindo os ensinamentos dessa luta tradicional.​

Ginga Maranhão acontece na quinta-feira, 17, às 19h. Entrada gratuita.

Quando: 17/03

Saiba mais
icone no formato do logo
– 17/04

Ocupa CCVM 2022​

O Centro Cultural Vale Maranhão está com inscrições abertas para o edital Ocupa CCVM 2022. Para essa edição, o audiovisual é a linguagem escolhida para a investigação dos participantes. Serão selecionadas propostas de todo o país que pensem e experimentem a imagem e o som em sua amplitude de criação.​

O edital priorizará projetos que coloquem o audiovisual em perspectiva, relacionado a outras linguagens artísticas: dança, teatro, música, cultura popular, artes visuais, entre outros, podendo ser apresentadas propostas de mostras, pesquisas, oficinas, programas educativos, bem como a produção e/ou finalização de obras.

Quando: até 17 de abril de 2022.

Saiba mais
icone no formato do logo
24/03

Aurora do Bonfim – Dramaturgo em Performance

O texto do dramaturgo Igor Nascimento versa sobre um cientista que investiga a incapacidade de morrer de seu objeto de estudo – a Dona Aurora do Bonfim – uma senhora que já morreu mais de 15 vezes sem chegar a um óbito definitivo. A análise chega às últimas consequências, até dona Aurora e o pesquisador trocarem de lugar.​

Escritor multimeios que desenvolve trabalhos e pesquisa científica em Artes, Igor Nascimento é roteirista, dramaturgo, escritor e diretor de teatro e de cinema, desenvolvendo trabalhos em São Luís e pelo Brasil.

Quando: 24 de março, as 19h 

Saiba mais
icone no formato do logo
29/03

A mulher, a luta e a criação do mundo – Eliane Potiguara

No vídeo de março do Horizonte Aberto, a escritora Eliane Potiguara reflete sobre o processo de migração, identidade e ancestralidade de sua origem enquanto mulher indígena.​

Quando: 29 de março, 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
31/03

Bumba Meu Boi – Meu Capricho de Paço do Lumiar

Com 27 anos de história, o Bumba Meu Boi Capricho de Paço do Lumiar é um dos mais antigos grupos do sotaque de matraca do município localizado na Grande São Luís. Pega sua matraca e vem matar a saudade do São João do Maranhão!​

Quando: 31 de março, as 19h  

Saiba mais
icone no formato do logo
24/04

Warley Henrique Duo no Dia Nacional do Choro – com interpretação em Libras

Warley Henrique comemora, em duo, o Dia Nacional do Choro na série Memorial Instrumental. O músico fará um passeio pelo universo do choro, apresentando clássicos do gênero. Carinhoso e Rosa, ambas de Pixinguinha, ganharam versão especial para a estreia do novo show do cavaquinista.

Integra o projeto Memorial Instrumental, com curadoria de Juliana Nogueira.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados. Evento presencial.

Quando: 24 de abril, às 11h

Saiba mais
icone no formato do logo
30/04- 28/04

Show com Adriana Araújo

Com o tema Inspiração, o Diversidade Periférica receberá a musa Adriana Araújo, uma das vozes femininas mais inspiradoras e potentes de Minas Gerais, vinda da favela Pedreira Prado Lopes. Adriana deixa seu recado por onde passa, sendo que o álbum “Minha Verdade”, lançado em 2021, é marca de sua história.

Integra o projeto Diversidade Periférica, com curadoria de Patrícia Alencar.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados. Evento presencial.

Quando: 28 de abril, às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
01/04- 30/04

Pré-estreia do espetáculo Boo – Com interpretação em Libras

Boo é um espetáculo inspirador para todas as idades. Nessa história divertida e surpreendente, as palhaças Brisa e Tecla caem de paraquedas no meio de uma floresta perigosa. Lá, encontram seus maiores e piores medos, descobrem como sobreviver, enfrentar e superar suas dificuldades com muita coragem!

Integra o projeto.

Eu, Criança, no Museu!

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados. Evento presencial.

Quando:30 de abril, às 16h30

Saiba mais
icone no formato do logo
05/04- 17/05

Dança Aqui – Mostra de Videodanças

A partir da terça-feira, 5 de abril, o CCVM exibe a Mostra de Videodanças do edital Dança Aqui 2021. A cada semana, um novo trabalho será exibido, entre solos, duos e projetos em grupo. Criado inicialmente para o fomento à dança de rua, em 2021 o edital Dança Aqui adotou o videodança como formato, abrangendo a diversidade de estilos e recebendo propostas de todo Maranhão.

Quando: 05/04 a 17/05

Saiba mais
icone no formato do logo
07/04

Tambor de Crioula de Taboca Abanijeun

Criado em 1960, o Tambor de Crioula de Taboca Abanijeun usa pequenos tambores feitos de taboca ou bambu, socados com as mãos e batidos no chão, produzindo sons que se assemelham à musicalidade da parelha. Já são mais de vinte anos de resistência e preservação da cultura popular.

Inaugurada em 1954, a Casa Fanti Ashanti é um terreiro de Tambor de Mina fundada por Pai Euclides Talabyan e hoje dirigida por Mãe Kabeca de Xangô. Foi o primeiro terreiro de Candomblé do Maranhão, e se mantém ativa até os dias de hoje com atividades religiosas e culturais, como Tambor de Crioula, Tambor de Mina, Bumba Meu Boi de sotaque da baixada, Samba Angola, Festa do Divino e o Tambor de Crioula de Taboca.

Quando: 7/4 às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
09/04- 23/04

Oficina de Peteca, com Neuma Rosa e Danira Silva

E aí? Você já brincou de peteca? Essa oficina é para quem conhece e não conhece a peteca. O nosso convite é para todos que se interessarem em conhecer melhor essa brincadeira brasileira, praticada também por alguns povos indígenas e que ganhou status de jogo! Vamos fazer juntos a nossa peteca e, depois, finalmente, brincar!

Horários: das 10h30 às 11h30 (Turma 1). Das 11h30 às 12h30 (Turma 2).

*Cada dia comportará duas turmas.

Faixa etária: a partir de 4 anos.

É necessário fazer inscrição pelo telefone: (31) 3343-7317.

Quando: 9 e 23 de abril

Saiba mais
icone no formato do logo
11/04

Faz Colher e Borda o Cabo – Acarajé: Comida de Santo e de Gente

O podcast Faz colher e borda o cabo de abril traz a mais famosa iguaria baiana como tema: o acarajé.

Os episódios apresentam a pesquisa do educador Junior Reis sobre as origens do acarajé no Brasil, sua relação com a língua e a mitologia iorubá, e mostra como a venda e a produção dessa comida é indissociável do candomblé

Para ouvir os episódios no dia do lançamento, clique aqui e acesse nosso canal no Spotify.

Quando: 11/4

Saiba mais
icone no formato do logo
12/04- 14/04

A Cor do Tempo – Elza Lima

Nos três dias de encontro, a fotógrafa irá propor uma reflexão sobre a narrativa e o tempo da imagem, por meio de filmes, poesias, artistas e fotógrafos que utilizaram a imagem de forma inovadora.

Elza Lima é fotógrafa desde 1984 e tem como principal foco de trabalho espaços amazônicos e a utilização de cenários abertos, captando situações oníricas de um tempo de aceleradas mudanças. Participa de exposições pelo Brasil e no exterior desde 1995, incluindo Para Além das Margens, exposição apresentada pelo Instituto Cultural Vale e pelo CCVM na Expo 2020 Dubai.

Quando: 12 a 14 de abril, das 15h às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
14/04

Mundos – Paolo Ravley

Lançado no fim de 2021, Mundos é o primeiro álbum de estúdio do artista maranhense Paolo Ravley, que além de intérprete, assina a composição e a produção das canções.

Apresentando um pop enriquecido com regionalismos, Paolo traz para o CCVM seu estilo cheio de nuances e letras sobre amores, a cidade e a história de vida do artista.

A entrada é gratuita

Quando: 14 de abril, às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
21/04

Insano – Teatro do Redentor

Insano é uma livre adaptação escrita pelo artista Josué Redentor, baseado em duas obras artísticas: o filme Amor Obsessivo, do diretor Roger Michael, e o romance literário Amor sem fim, de Ian McEwan.

sinopse: O jovem casal Joe e Clarissa presencia um acidente de balão em um dia de piquenique. A tragédia ocasiona o encontro com Jed, que instaura o caos nas relações supostamente tranquilas e estruturadas, fazendo o trio compartilhar dúvidas, contradições e desejos íntimos sobre amor, traição e loucura.

Quando: 21 de abril, às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
23/04

I Feira de Vinil & Poesia – DJ Vanessa Serra e convidados

O Pátio Aberto será palco da primeira edição da Feira de Vinil & Poesia. Idealizada pela DJ Vanessa Serra, o evento contará com discotecagem, recital, masterclass, além de livros e discos à venda. Imperdível.

Quando: 23 de abril, 14h às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
29/04

A Sociedade do Código de Barras Marco Gabriel

Marco Gabriel traz suas rimas potentes, de valorização da identidade negra e que expõem o racismo estrutural do Brasil, mais uma vez para o CCVM.

Depois do sucesso do videoclipe da música Chato, o artista apresenta o show com as faixas de seu segundo álbum, que mostra sua espiritualidade, visão política e relatos de vivências na periferia.

Quando: 28 de abril, às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
30/04- 01/05

Feira do Memorial – Especial Dia das Mães

Feira do Memorial, dessa vez com opções de presentes para o Dia das Mães, trazendo produtos diferenciados de empreendedores, artistas e artesãos de Belo Horizonte e associações de outras cidades de Minas.

Quando: 30 de abril e 1º de maio, durante o horário de funcionamento do MMGV​

Saiba mais
icone no formato do logo
01/05

Show com Carolina Serdeira – Em homenagem ao Dia do Jazz

Em comemoração ao Dia Internacional do Jazz, a cantora Carolina Serdeira apresenta seu novo trabalho: Pra Ver o Sol. O show é fruto do seu último álbum, que aposta em sonoridades para além do habitual samba-jazz.

Integra o projeto Memorial Instrumental, , com curadoria de Juliana Nogueira.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando: 1º de maio, às 11h

Saiba mais
icone no formato do logo
03/05- 31/05

Exposição Educativo na Rede – Africanidades

Apresentamos nessa exposição uma seleção de ações e projetos realizados no formato on-line pelo Educativo e pela Produção Cultural durante os últimos dois anos de distanciamento social. Hoje propomos o retorno dessas ações ao museu para que nossos visitantes possam tomar conhecimento da incrível riqueza de reflexões, oficinas e apresentações presentes nos nossos canais virtuais.

O Educativo tem como desafio e proposta facilitar e possibilitar o encontro da nossa rica produção cultural com as pessoas que vivem e criam a atual Minas Gerais que nos rodeia. Vem com a gente!

Integra a programação da semana de Museus

Quando: 3 a 31 de maio, horário de funcionamento do MMGV

Saiba mais
icone no formato do logo
14/05

Aquarela – um show cênico com o Grupo Maria Cutia

Com interpretação em Libras, o espetáculo brinca com a linguagem performativa das artes plásticas e a cada apresentação o cenário e figurinos são literalmente pintados pelos atores em cena, colorindo uma grande aquarela ao vivo para o público.

Integra o projeto Eu, Criança, no Museu e a programação da Semana de Museus.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando: 14/5, às 16h30

Saiba mais
icone no formato do logo
17/05

A Força dos Educativos dos Museus.

Encontro entre os educativos dos museus de BH, para a discussão sobre as vivências de cada espaço em tempos de pandemia e principalmente sobre o que faz deste setor uma força que impulsiona o Poder dos Museus.

Evento em parceria com o Muquifu, Sesi, Museu de Artes e Ofícios, MM Gerdau e Espaço do Conhecimento da UFMG.

Integra a programação da semana de Museus

Quando: 17/5, às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
17/05- 31/05

Ação Educativa Museus e Poder

Pensando no museu enquanto um espaço de construção social, esta proposta é um convite para que o visitante registre as suas impressões sobre o Memorial Minas Gerais Vale com o uso de post its, os quais posteriormente ajudarão a compor a instalação “SuperPoder dos Museus”.

Para inspirar os visitantes a participarem da proposta, serão utilizadas as seguintes provocações: o que significa o museu para você? Com o que mais se identificou no Memorial? Que emoções ou reflexões este museu trouxe a você? Qual o poder dos museus em sua opinião?

Integra a programação da semana de Museus

Quando: 17/5, às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
21/05

Aula de Coreo, com Jhones Victor

Aula prática de coreografia, ensinando o passo a passo. Depois será feita uma gravação com as melhores danças do momento. Jhones Dias é dançarino e professor, além de arte-educador no Programa Escola Integrada.

Integra o projeto Contemporâneo e a programação da Semana de Museus.

Inscrição prévia pelo telefone 31 3343-7317. Atividade presencial.

Quando: 21/5, das 14h30 às 16h30

Saiba mais
icone no formato do logo
29/05

Show de estreia do álbum Afinidades, com Christiano Caldas

Afinidades é o primeiro álbum de Christiano Caldas. Neste trabalho, o músico homenageia a música instrumental mineira e sustenta a narrativa musical sob a perspectiva de um repertório mais melódico, que dialoga com o jazz standard, a bossa nova e suas referências do Clube da Esquina.

Integra o projeto Memorial Instrumental, com curadoria de Juliana Nogueira.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares

Quando: 29/5, às 11h

Saiba mais
icone no formato do logo
12/05

Nosso Reggae, Nossa História Orquestra Maranhense de Reggae

O show Nosso Reggae, Nossa História traz a trajetória da primeira orquestra de reggae do Maranhão contada por canções que embalam a própria história do ritmo em nosso estado.

Idealizada pelo músico Marcel Silva, a Orquestra Maranhense de Reggae surgiu no cenário musical ludovicense em agosto de 2016, com objetivo único de difundir as músicas jamaicana, brasileira e maranhense, instrumental e cantada, com releituras numa estrutura musical formada por instrumentos de sopros, harmonia e percussão.

Uma noite para celebrar a Jamaica brasileira.

Quando: 12 de maio, às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
10/05

Faz Colher e Borda o Cabo – Cachaça

A nova série de episódios do Faz colher e borda o cabo fala sobre o percurso do álcool na história da humanidade até chegar à cachaça nas festas populares, trazendo exemplos do festejo de São Bernardo, Festa do Divino e Tambor de Crioula.

Quando: 9 de maio, às 10h

Saiba mais
icone no formato do logo
05/05

O Vórtice

A banda O Vórtice traz ao público o show homônimo que carrega singles e canções inéditas da carreira iniciada em 2015. Com estilo musical neotropicalista, a banda tem influências de rock britânico e dub jamaicano, com nuances da música latina caribenha.

A entrada é gratuita.

Quando: 5 de maio, às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
12/04- 11/06

34ª Bienal de São Paulo Faz escuro mas eu canto

Concebida por Jacopo Crivelli Visconti, curador-geral da 34ª Bienal de São Paulo – Faz escuro mas eu canto, a itinerância está no CCVM e na Casa do Maranhão.

Em nosso espaço, estão expostas obras dos artistas Beatriz Santiago-Munhoz, Daiara Tukano (foto), Frida Orupabo, Gustavo Caboco, Jaider Esbell, Paulo Nazareth, Uýra e Victor Anicet, organizados a partir do enunciado Retratos de Frederick Douglass.

A circulação conta com articulação do Instituto Cultural Vale, patrocinador da Bienal através da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Quando: 12 de abril a 11 de junho

Saiba mais
icone no formato do logo
02/06

DJ Evandro Mc​

No mês de junho, o Diversidade Periférica contará com a participação do DJ Evandro Mc, um dos precursores do hip hop em Minas Gerais. Seu trabalho convida para uma imersão histórica no contexto das músicas da black music e suas vertentes que inspiraram e continuam inspirando gerações.​

Integra o projeto Diversidade Periférica, com curadoria de Patrícia Alencar.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares ​

Quando: 2 de junho, às 19h30

Saiba mais
icone no formato do logo
04/06

Oficina/Vivência: Ouve, Escuta…, com Elisa Santana​


Conta-se que o homem tem sentidos múltiplos, e que deles faz parte a nossa base de equilíbrio físico, mental e espiritual. O sentido do ouvir reconecta o nosso mundo interior e exterior e nos possibilita, ao ouvir, acionar o pensar e o falar.

Integra o projeto Sensações Memoráveis, com curadoria de Marco Paulo Rolla.​

Inscrição prévia pelo telefone 31 3343-7317.

Quando: 4 de junho, às 10h

Saiba mais
icone no formato do logo
07/06- 30/06

Ações educativas Semana do Gerais – evento do Circuito Liberdade​

O que são estas Geraes de Minas? Em busca de explorar elementos pouco difundidos no histórico mineiro, o educativo do Memorial intervém em seu acervo, contrapondo simbologias expostas, com outras percepções e identidades acerca de suas mineiridades. A ação será composta por três intervenções que modificarão algo em específico em cada andar do Memorial. ​

Quando: de 7 a 30 de junho

Saiba mais
icone no formato do logo imagem com formas abstrata na cor cinza
09/06

Aconteceu, com Henrique Santana (com interpretação em Libras)​

Henrique Santana e Matheus Braga interpretam música brasileira em duo de voz e violão. Com Rafael Canielo na percussão e participação especial de Tavinho Moura, a dupla traz repertório com composições autorais inéditas e de compositores consagrados da nossa música.​

Integra o projeto Gerais Cultura de Minas.​

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares​

Quando: 9 de junho, às 20h​

Saiba mais
icone no formato do logo
11/06

MAM Convida

MAM Convida Deh Muss, Zi Reis e Brisa Marques para um dia de arte e alegria, como parte da programação da Exposição Arte na Maternidade! ​

Apresentação do Palhaço Potássio e da DJ Sandri discotecando para dançarmos com os pequenos! Você, mãe ou avó, tem versos ou canções próprias? Nosso palco, além de contar com a presença de Deh Mussulini, com voz e violão, vai ter as poetisas Zi Reis e Brisa Marques para recitar seus versos! E você está mais que convidada para declamar e soltar seu verbo ou canção!​

Integra o projeto Eu, Criança, no Museu!.​

Sujeito à lotação. Lugares limitados.

Quando: 11 de junho, das 13h às 17h30

Saiba mais
icone no formato do logo
18/06

Abertura Mostra Curió – Palestra O adultocentrismo no mundo das artes, com Dodi Leal​

Crianças vivem um rebaixamento cognitivo e estético no campo das artes. Nos processos de arte-educação, por sua vez, encontramos nos mecanismos adultos de tutela da infância um conjunto de pressupostos de cronologia linear da vida. Neste contexto, como curiar a arte para além do adultocentrismo?​

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.​

Quando: 18 de junho, às 15h​

Saiba mais
icone no formato do logo
19/06

Mostra Curió – Espetáculo Enxergando o Invisível, com a Cia. Trilhares (com interpretação em Libras)​

A palhaça Neneca de Beauvoir precisa resolver uma missão muito importante! Ela se chama h1035.5!​

Com a ajuda de um dispositivo universal e seu fiel assistente “Robson”, ela embarca em uma aventura sensorial para enxergar o invisível.​

Integra o projeto Eu, Criança, no Museu!.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.​

Quando: 19 de junho, às 11h​

Saiba mais
icone no formato do logo
23/06

Francisco – Mariana Arruda numa Noite de Chico Buarque (com interpretação em Libras)​

Um mergulho na obra de Chico Buarque na voz da cantora e atriz Mariana Arruda, que interpreta canções que versam a lábia masculina, que cantam suas amadas e as infinitas relações de amores baratos e mambembes.​

Integra o projeto Contemporâneo.​

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.​

Quando: 23 de junho, às 19h30

Saiba mais
icone no formato do logo
23/06- 24/06

Concertos na Sala Minas Gerais -ação em parceria com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Dando continuidade à ação iniciada no ano passado, o Memorial Vale irá presentar seu público com ingressos para assistir a dois concertos da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, na Sala Minas Gerais (Rua Tenente Brito Melo, 1.090, Barro Preto), nos dias 23 (Série Allegro) e 24 de junho (Série Vivace), quinta e sexta-feira, às 20h30. Os interessados deverão ligar para o telefone 3343-7317, nos dias 20 e 21, das 9h às 19h, para reservarem/ganharem os convites. Cada pessoa terá direito a no máximo dois convites, que deverão ser retirados no Memorial Vale nos dias 22 e 23, das 10h às 17h30.​

Quando: 23 e 24 de junho, às 20h30​

Saiba mais
icone no formato do logo
25/06

Mostra Curió – Oficina O Fantástico Mundo do Teatro de Sombras​

A oficina irá apresentar o fantástico mundo do teatro de animação por meio de uma de suas linguagens: o teatro de sombras.​

Integra o projeto Eu, Criança, no Museu!.

Inscrição prévia (gratuita) pelo telefone 31 3343-7317. Vagas limitadas. 

Faixa etária: a partir dos 6 anos​

Quando: 25 de junho, das 10h30 às 12h30​

Saiba mais
icone no formato do logo
25/06

MAM Convida​

MAM Convida Patrícia Coutinho, Zi Reis e Brisa Marques para um dia de arte e alegria, como parte da programação da Exposição Arte na Maternidade! ​

Apresentação do Palhaço Potássio e da DJ Sandri discotecando para dançarmos com os pequenos! Você, mãe ou avó, tem versos ou canções próprias? Nosso palco, além de contar com a presença da musicista Patrícia Coutinho, vai ter as poetisas Zi Reis e Brisa Marques para recitar seus versos! E você está mais que convidada para declamar e soltar seu verbo ou canção!​

Integra o projeto Eu, Criança, no Museu!.​

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa.​

Quando: 25 de junho, das 13h às 17h30

Saiba mais
icone no formato do logo
26/06

Assanhado Quarteto apresenta show do CD Jararaca​

Assanhado Quarteto apresenta show do disco “Jararaca”. Formado por André Milagres – violão de sete cordas e guitarra, Lucas Ladeia – cavaco, Rodrigo Boi Magalhães – baixo elétrico e acústico e Rodrigo Picolé – bateria e vibrafone, o quarteto compartilha com o público suas variadas influências.​

Integra o projeto Memorial Instrumental, com curadoria de Juliana Nogueira.​

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.​

Quando: 26 de junho, às 11h

Saiba mais
icone no formato do logo
30/06

Foto em Pauta com Adenor Gondim e abertura da exposição Por Onde Andei (tradução em Libras)​

Projeto Foto em Pauta retoma seus eventos presenciais este ano e recebe para uma conversa aberta o fotógrafo baiano Adenor Gondim, que nos últimos 40 anos construiu um representativo acervo de imagens sobre o catolicismo popular, a religiosidade afro-brasileira e o sincretismo.​

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.​

Quando: 30 de junho, às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
14/05- 03/07

Exposição Arte na Maternidade

Surgido a partir de questionamentos artísticos, socioeconômicos e políticos sobre o exercício da maternidade no campo artístico, o Movimento Arte na Maternidade (MAM) realiza pela primeira vez uma exposição, que traz obras de três artistas visuais, mães, e de suas respectivas filhas. A resulta de uma residência artística vivida pelas artistas e suas filhas, durante três meses da pandemia. Entre agosto e outubro de 2021, foram produzidas dez obras de cada artista e cinco de cada artista filha, totalizando 45 obras. Compõe o projeto outras ações e intervenções que acontecerão durante o mês de junho.

Artistas participantes e suas filhas: Luciana Brandão e Teresa, Iaci Carneiro e Cora, Lorena Barros e Flora.

Curadoria: Flaviana Lasan.

Saiba mais
icone no formato do logo
03/07

Maracacongo

​Aprovado no Edital do Instituto Cultural Vale, o projeto Maracacongo, que une as culturas populares mineiras e pernambucanas, chega a Belo Horizonte depois de percorrer as cidades do Recife, Olinda, Goiana, Aliança e Itambé, em Pernambuco. Agora chegou a vez de Minas Gerais receber o projeto. No domingo, 3 de julho, o projeto aporta no Memorial Minas Gerais Vale, com apresentações culturais do Maracatu Estrela de Ouro de Aliança/PE, Grupo Afro Mineiro Negro Por Negro de Brumadinho/MG, Afonjah de Olinda/PE e a Sociedade Musical São Sebastião de Passagem de Mariana/MG. A programação inclui, ainda, oficinas de Maracatu, Congo e Moçambique.

 Evento presencial. Programação completa no Instagram @maracacongo

Quando: 3 de julho

Saiba mais
icone no formato do logo
07/07

Sensações Memoráveis: “A Fascinante Fábula da Boneca Trincada e o Encantador de Acordeon“

​A atriz, drag queen e cantora, Dolly Piercing, apresenta um Show junto da multi instrumentista Iara de Andrade. Nesse show, as artistas interpretam músicas do conhecimento popular com arranjos únicos contando histórias através do Acordeon e voz. Integra o projeto Sensações Memoráveis, com curadoria de Marco Paulo Rolla.

Evento presencial com retirada de ingressos uma hora antes. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando: 7 de julho, às 19h30

Saiba mais
icone no formato do logo
09/07

Sensações Memoráveis: “Corpo, Sensação e Memória”, com Irene Ziviani

​Vivência prática com o olhar voltado para o corpo vivo, sensível e guardião de memórias. Percorrendo os espaços articulares entre os ossos, vamos conhecer as diversas possibilidades oferecidas pelo corpo para conquistar seu alinhamento e permitir a conexão com os próprios sentidos.

 Integra o projeto Sensações Memoráveis, com curadoria de Marco Paulo Rolla.

 Evento presencial com inscrição prévia (gratuita) pelo telefone 31 3343-7317. Vagas limitadas.

Quando: 9 de julho, às 10h

Saiba mais
icone no formato do logo
09/07

Show musical e performático com Juçara

​A artista que abrilhantará a programação tem muitas histórias para contar, pois sua musicalidade parte de suas vivências ancestrais e reverencia as vozes de mulheres negras. Juçara endossa em sua voz o grito de liberdade e tem como alicerce os tambores de Minas. Integra o projeto Diversidade Periférica, com curadoria de Patrícia Alencar.

Evento presencial com retirada de ingressos uma hora antes. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando: 9 de julho, às 15h

Saiba mais
icone no formato do logo
14/07- 16/07

Dança em Trânsito 2022

O Memorial Vale recebe, ainda, parte da programação do “Dança em Trânsito 2022”, com apresentações das coreografias “Grand pas”, com Focus Cia de Dança (Rio de Janeiro-RJ), no dia 14 de julho, às 18h; “O Vestido”, com Rosa Antuña (Belo Horizonte-MG), dia 14, às 18h30; “Harleking”, com Ginevra Panzetti e Enrico Ticconi (Itália), dia 15 de julho, às 16h; “Emprise”, com Cie Felinae – Maxime Cozic (Paris-França), dia 16, às 16h; “Baquiana n°1”, com Ivan Bernadelli (São Paulo-SP), dia 16, às 16h30. 

Quando: De 14 a 16 de julho. Horários variados.

Saiba mais
icone no formato do logo
14/07- 31/07

Férias Divertidas no Memorial

Estão abertas as inscrições para as oficinas do “Férias Divertidas” do Memorial Vale, que oferece uma programação especial para crianças e jovens de 14 a 31 de julho. Estão no escopo desta edição: Oficina Harmonizando Cores (14 e 15/07); Oficina de Tecelagem Manual (19 e 20/07); Oficina Mini-Livro Ilustrado – Carlos Drummond de Andrade (21/07); Oficina Ritmologia em Curso (22 e 23/7);  Oficina de Construção de Brinquedos Têxteis (24 e 31/7); Oficina Teatro Para Sentir (26 e e 27/7); Oficina Introdução à Saboaria Natural e Vegana (28 E 29/7); e Oficina Vestindo BH (30/7).  

As atividades são prensenciais e gratuitas, as vagas limitadas e as inscrições devem ser feitas com antecedência pelo telefone (31) 3343-7317. 

Quando: De 14 a 31 de julho. Horários variados.

Saiba mais
icone no formato do logo imagem com formas abstrata na cor cinza
16/07- 17/07

Feira do Memorial – Edição Férias

Em julho, acontece mais uma edição da feira de artes e artesanatos que visa estimular a economia criativa, dar visibilidade aos produtores locais e colocar o público em contato com a arte regional e com os próprios artistas e artesãos. Esta já é a 11ª edição e estarão presentes empreendedores da capital e de cidades do interior.

Quando: 16 e 17 de julho, durante todo o horário de funcionamento do Memorial.

Saiba mais
icone no formato do logo
24/07

Dóris canta samba

​Para comemorar o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, a cantora Dóris apresenta o show “Dóris Canta Samba”, em que percorre o itinerário musical do autêntico ritmo brasileiro, acompanhada pelo violonista Marco Gomes e o percussionista Carlitos Brasil.

Integra o projeto Instrumental, com curadoria de Juliana Nogueira.

Evento presencial com retirada de ingressos uma hora antes. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando: 24 de julho, às 11h

Saiba mais
icone no formato do logo
28/07

Foto em Pauta, com nana Moraes

O Foto em Pauta recebe a premiada fotógrafa carioca Nana Moraes, que apresentará, através de projeção, seu percurso na fotografia editorial e o livro “Ausência” (Nau Editora, 2022), trabalho sobre a relação entre mães presidiárias e seus filhos, realizado no presídio em Bangu (RJ).

Evento presencial com retirada de ingressos uma hora. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando:  28 de julho, às 19h

Saiba mais
icone no formato do logo
30/06- 11/09

Exposição Por Onde Andei, de Adenor Gondim​

Por Onde Andei é uma exposição do fotógrafo baiano Adenor Gondim, reunindo imagens dos mais de 40 anos dedicados à fotografia documental, com ênfase nos registros de manifestações religiosas populares no nordeste brasileiro.​

Integra o projeto Mostra de Fotografia.​

Quando: abertura 30 de junho, às 19h. Exibição até 18/8.

Saiba mais
icone no formato do logo
04/08

PAI – Espetáculo Teatral, com Glicério do Rosário – com interpretação em Libras

Um ator e três personagens, numa relação dialética sobre a paternidade: um MC traz os conflitos de Ivan, um professor, e Mateus, um ator – pais em conflito sobre seu lugar social.

A montagem traz o tom urbano do Rap, buscando relações sociais menos desiguais, com a potência do afeto de cuidar.

Integra o projeto GERAIS CULTURA DE MINAS

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Evento presencial

Quando: 4 de agosto, 19h30

icone no formato do logo
06/08

Conexões musicais, com Raïssa Anastásia

Ampliar o universo do sentir. Que música pode sair de uma obra de arte? Provocar sensações pra além do “ver” é a proposta da intervenção. Através dos sons buscar um jogo onde a música estabelece uma relação entre as formas da arte e seu próprio sentir. É um convite para tocar e ser tocado.

Integra o projeto Sensações Memoráveis, com curadoria de Marco Paulo Rolla.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Evento presencial

Quando: 6 de agosto, 11h

icone no formato do logo
11/08

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais no Memorial: Música de Câmara

A Filarmônica de Minas Gerais, uma das iniciativas culturais mais bem-sucedidas do país, ealizará série de concertos de câmara no Memorial Minas Gerais Vale, sempre com duas sessões no mesmo dia.  

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Evento presencial

Quando: 11 de agosto, 19h e 20h30

icone no formato do logo
13/08

Trecho, com Camila Damião

O Diversidade Periférica nos levará a percorrer as travessias de criação da artista Camila Damião com a performance “Trecho”, o trecho é o intervalo da travessia, é o espaço entre dois pontos.

Integra o projeto Diversidade Periférica, com curadoria de Patrícia Alencar  

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Evento presencial

Quando: 13 de agosto, 11h

icone no formato do logo
18/08

Lançamento do catálogo da exposição “Imaginante de Minas, Século 20”, mostra que celebrou os 10 anos do Memorial Minas Gerais Vale.

Será realizado um bate-papo com os curadores da mostra, Júlio Martins e Maria Angélica Melendi, e os artistas convidados Rosângela Rennó e Marcio Sampaio.

A entrada é gratuita, com retirada de ingressos uma hora antes do evento, sendo no máximo um par de ingressos por pessoa, com lugares limitados.

O evento conta com tradução em Libras e terá trasnmissão ao vivo pelo canal do Memorial Vale no YouTube.

Quando: 18/8, às 19h30

icone no formato do logo
20/08

Documentário Lavadeiras da Prainha:(Re)Canto Sagrado das Águas – com apresentação do grupo Lavadeiras da Prainha

O Grupo “Lavadeiras da Prainha” relata a história da cidade, as manifestações artísticas, os antigos “causos”, as músicas e danças de raízes interioranas, fortalecendo a cultura popular do município de São Gonçalo do Rio Abaixo. Após a exibição do documentário, haverá uma apresentação presencial do Grupo Lavadeiras da Prainha com seu repertório musical.

Integra o projeto GERAIS CULTURA DE MINAS

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Evento presencial

Quando: 20 de agosto, 16h

icone no formato do logo
25/08

Foto em Pauta, com Valdir Cruz – com tradução em Libras.

O Foto em Pauta recebe Valdir Cruz, brasileiro que divide seu tempo entre o Brasil e os EUA. Com 12 livros publicados, seu trabalho está presente nas coleções permanentes do Museu de Arte de São Paulo (Masp), Museum of Modern Art (MoMA), de Nova York, Museum of Fine Arts, de Houston, entre outros.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Evento presencial

Quando: 25 de agosto, 19h

icone no formato do logo
28/08

lançamento do álbum “Outras Esquinas”, com Áureo Lopes

O baixista Áureo Lopes estreia como compositor e arranjador de temas instrumentais com “Outras Esquinas”. O álbum comprova a maturidade do músico e realça a notável habilidade na criação de melodias e harmonias e elegância no modo discreto de atuar como baixista.

Integra o projeto Memorial Instrumental, com curadoria de Juliana Nogueira

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Evento presencial

Quando: 28 de agosto, 11h

icone no formato do logo
01/10- 29/01

Exposição Rafael Freire

Exposição do fotógrafo Rafael Freire, que se dedica a retratar a vida e a beleza de quem mora ao seu redor, na comunidade conhecida como Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte. Idealizador do projeto Favela a Flor que se Aglomera, Rafael se diz um “contador de histórias reais”.

Integra o projeto Mostra de Fotografia, com curadoria de Eugênio Sávio.

Quando: Abertura 1º/10, às 11h Período da exposição: 1º/10 a 29/01/23

icone no formato do logo
08/10- 09/10

Boa Noite Memorial

A Virada Criativa do Memorial está de volta! Como em outras edições, a diversidade permeia todo o evento. Atrações variadas tomam conta do interior do espaço e do seu entorno em cerca de 12 horas de programação que conta com shows musicais, performances, intervenções, oficina, teatro, DJs, karaokê-sarau e mais…

Confira a programação completa em www.memorialvale.com.br.

Quando: 8/10 das 13h de sábado à 1h de domingo, dia 9.

Saiba mais
icone no formato do logo
09/10

Show Os Coroas, com Enéias Xavier

O baixista, pianista e compositor Enéias Xavier realiza o show do álbum Os Coroas. No palco, com Enéias, um trio formado por Chico Amaral – sax, Cyrano Almeida – bateria e Írio Júnior – piano.

Os Coroas foi gravado com recursos da Lei Aldir Blanc e disponibilizado digitalmente.

Integra o projeto Memorial Instrumental, com curadoria de Juliana Nogueira.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados

Quando: 9/10, às 11h

icone no formato do logo
11/10

Oficina: Adivinha o que é?, com Júlia Azeredo

A oficina propõe experimentações sensoriais com elementos da natureza como estímulo imaginativo e ponto de partida para produção de pinturas. O que está escondido dentro do saquinho mágico?

Faixa-etária: 2 a 7 anos.

OBS.: inscrições gratuitas pelo telefone (31) 3343-7317. Haverá 15 minutos de tolerância para a chegada do participante. Após esse tempo, a vaga será liberada para outros interessados já presentes no local. Os responsáveis devem permanecer no MMGV durante todo o período da oficina. É recomendável o uso de roupas que possam sujar, pois haverá uso de tinta.

Quando: 11/10, das 14h às 15h

icone no formato do logo
12/10

Oficina Formas Animadas, com Grupo Girino​

Formas Animadas é uma oficina de criação de personagens para explorar criativamente o universo do Teatro de Bonecos. A partir do uso de materiais do cotidiano, cada participante irá construir o seu próprio boneco e experimentar a manipulação para contar histórias e se divertir.

Faixa etária: a partir de 4 anos

Inscrições gratuitas pelo telefone (31) 3343-7317. Vagas limitadas.

 Obs: haverá 15 minutos de tolerância para a chegada do participante. Após esse tempo, a vaga será liberada para outros interessados já presentes no local. No caso de menores de 16 anos, os responsáveis devem permanecer no MMGV durante todo o período da oficina.

Quando: 12/10, das 10h30 às 11h30

icone no formato do logo
13/10

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais no Memorial – Música de Câmara | Clarinete e Cordas

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais foi fundada em 2008 e tornou-se referência no Brasil e no mundo por sua excelência artística e vigorosa programação.

Nesta apresentação, Jonatas Bueno (clarinete), Rodrigo de Oliveira, (violino), Gideoni Loamir (violino), Valentina Shmyreva (viola) e Lucas Barros (violoncelo) interpretarão a obra Quinteto para clarinete e cordas em si menor, op. 115, de Brahms.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando: 13/10, às 19h e 20h30 (duas sessões)

icone no formato do logo
15/10

Espetáculo O Pequeno Príncipe de Papel, com Grupo Girino

Inspirado no clássico de Antoine de Saint-Exupéry, o espetáculo “O Pequeno Príncipe de​ Papel” apresenta as aventuras de um garotinho e seu olhar poético sobre as descobertas da vida. O espetáculo é mais um trabalho do Grupo Girino nas técnicas de ilustrações, pinturas e recortes de​ papel. A história convida ao público a vivenciar a fantasia e o encantamento desse clássico da literatura mundial. Classificação livre.​

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.​

Quando: 15/10, às 16h​

icone no formato do logo
15/10

O Nome da Tua carne,  com Benedikt Wiertz e Joseane Jorge

Os dois artistas convidam o público para imergir numa ação-performance na qual a argila e o alimento são elementos disparadores de uma experiência partilhada. Terra dá, terra come: o que se constitui através do tempo, é feito receptáculo e comida, que um dia será desintegrada e voltará a ser terra.

Integra o projeto Sensações Memoráveis, com curadoria de Marco Paulo Rolla.

Inscrições prévias e gratuitas pelo telefone 31 3343-7317. Vagas limitadas.

Quando: 15/10, das 10h às 13h

icone no formato do logo
15/10

Exposição Para Além das Margens

As imagens escolhidas para compor Para Além das Margens foram expostas primeiramente no Pavilhão do Brasil, construído para a Expo 2020, em Dubai. Como um manifesto do que podemos chamar de essencialmente brasileiro, elas transpiram, do momento capturado, a experiência do homem popular em sua epopeia existencial. Intencionalmente, as imagens retratam os sujeitos que habitam o Brasil.

Obras de: Cao Guimarães, Christian Knepper, Elza Lima, Marcel Gautherot, Maureen Bisilliat, Pierre Verger, Ronney Alano, Walter Firmo

Curadoria: Gabriel Gutierrez

Quando: abertura 15/10, às 11h Período da exposição: 15/10 a 4/12.

icone no formato do logo
16/10

Oficina de Colagem: um olhar sobre as Vilas Mineiras do século 19, com Carol Fernandes

Convidaremos os participantes a criarem ilustrações por meio da técnica de colagem e a partir do olhar sobre a organização das vilas mineiras do século 19. Iniciaremos nossa produção nos inspirando nas formas e estruturas do contexto urbano, visitando a Sala Vilas Mineiras, no segundo piso. Faixa etária: a partir de 6 anos

OBS.: inscrições gratuitas pelo telefone (31) 3343-7317. Haverá 15 minutos de tolerância para a chegada do participante. Após esse tempo, a vaga será liberada para outros interessados já presentes no local. No caso de menores de 16 anos, os responsáveis devem permanecer no MMGV durante todo o período da oficina.

Quando: 16/10, das 10h30 às 12h30

icone no formato do logo
20/10

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais no Memorial – Música de Câmara | Sopros

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais foi fundada em 2008 e tornou-se referência no Brasil e no mundo por sua excelência artística e vigorosa programação.

Os músicos da Orquestra se apresentam com o Quinteto de Sopros da Filarmônica, formado por Cássia Lima (flauta), Alexandre Barros (oboé), Marcus Julius Lander (clarinete), Victor Morais (fagote) e Alma Maria Liebrecht (trompa). No programa, obras de Jacques Ibert, Radamés Gnattali, Samuel Barber, Catulo da Paixão Cearense e Joaquim Antonio Callado, Jacob do Bandolim e Astor Piazzolla.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando: 20/10, às 19h e às 20h30 (duas sessões)

icone no formato do logo
22/10- 23/10

Lia_Maria_Mulher

Montagem teatral em homenagem à Lia do Vagão, notória moradora da cidade de Contagem/MG.

Mulher independente que confrontou uma sociedade machista, consumista e descartável. Espetáculo do Grupo Teatral Candiero (Fernanda Signorini e Felipe Pinheiro). Direção de Epa Reis. Dramaturgo: Francisco Falabella.

Com interpretação em Libras

Integra o projeto Gerais Cultura de Minas.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando: dia 22/10, às 16h e dia 23/10, às 11h

icone no formato do logo
23/10

Afoxé Bandarerê

Vêm de longe os passos do Afoxé Bandarerê, que é resistência e valorização do povo negro. O universo da cultura negra é a fonte de saber e conhecimento para suas criações e na luta contra o racismo.

O Afoxé Bandarerê nasceu em Belo Horizonte, com o intuito de abraçar a comunidade afrocultural e tomar as ruas com a alegria dos terreiros.

Integra o projeto Diversidade Periférica, com curadoria de Patrícia Alencar.

Local: Café do Memorial

Quando: 23/10, às 12h30

icone no formato do logo
27/10

Foto em Pauta,  com Lalo de Almeida

O Foto em Pauta recebe o fotojornalista paulista Lalo de Almeida, que vem desenvolvendo narrativas multimídias premiadas internacionalmente. Ele vai apresentar o projeto “Distopia Amazônica”, vencedor mundial da categoria Projeto de Longa Duração do World Press Photo em 2022.

Com tradução em Libras e transmissão pelas redes do Projeto.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando: 27/10, às 19h

icone no formato do logo
29/10

African Voice – O Prazer em Cantar, com Mamour Ba

O grupo vocal idealizado e coordenado por Mamour Ba foi formado há cinco anos, com o intuito de levar o povo ao costume de cantar. Seu repertório é baseado na literatura e filosofia musical africana, fazendo durante suas apresentações uma interação com o público.

Integra o projeto Sensações Memoráveis, com curadoria de Marco Paulo Rolla.

Quando: 29/10, às 10h

icone no formato do logo
29/10

Ciclo de leituras – Galpão

O Grupo Galpão propõe a realização de três leituras dramáticas, de outubro a dezembro. As duas primeiras abordam a obra do dramaturgo alemão Bertolt Brecht e uma terceira leitura, a ser realizada em dezembro, traz uma adaptação do romance “Um Conto de Natal”, do autor Charles Dickens.

Com interpretação em Libras

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando: 29/10, às 16h

icone no formato do logo
30/10

Abre a Roda Mulheres no Choro

Encerrando o mês de outubro, o Memorial Instrumental apresentará o coletivo Abre a Roda Mulheres no Choro, que busca reconhecer e incentivar as mulheres nas rodas do Choro e colocar em cena mulheres instrumentistas de Belo Horizonte.

Integra o projeto Memorial Instrumental, com curadoria de Juliana Nogueira.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando: 30/10, às 11h

icone no formato do logo
01/11- 11/12

Mundo Vasto Acaba Mundo

A Cidade Invade a Vila ou a Vila Invade a Cidade?, de Rogério Passos

A exposição Mundo Vasto Acaba Mundo – A Cidade Invade a Vila ou a Vila Invade a Cidade? volta-se para a trajetória da Vila Acaba Mundo por meio da história dos mapas, percurso apaixonadamente percorrido pelo urbanista e arquiteto Rogério Passos, que o explorou ao longo da dissertação de mestrado defendida no Departamento de Geografia da UFMG, no ano de 2021.

Integra o projeto Novos Pesquisadores, do Educativo MMGV.

Data

Até 11/12/2022

*Não estará em exibição nos dias 3 e 4 de dezembro, devido à Feira do Memorial

icone no formato do logo
01/11- 29/01

Exposição Rafael Freire

Exposição do fotógrafo Rafael Freire, que se dedica a retratar a vida e a beleza de quem mora ao seu redor, na comunidade conhecida como Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte. Idealizador do projeto Favela a Flor que se Aglomera, Rafael se diz um “contador de histórias reais”.

Integra o projeto Mostra de Fotografia, com curadoria de Eugênio Sávio.

Data

Até 29/01/2023

icone no formato do logo
03/11

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais no Memorial – Música de Câmara | Percussão

O Grupo de Percussão da Filarmônica, formado por Rafael Alberto, Hilvic González, Daniel Lemos, Sérgio Aluotto e Werner Silveira, encerra as apresentações dos Concertos de Câmara no Memorial. No repertório, obras de Bob Becker, Leonardo Gorosito e Rafael Alberto, György Ligeti, Eckhard Kopetzi, Minoru Miki e Hermeto Pascoal.​

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados. ​

Quando:  3/11, às 19h e às 20h30 (duas sessões)

icone no formato do logo
04/11

Sempre Um Papo nos 120 anos de Drummond

Como parte das comemorações da vida deste importante nome da cultura brasileira, o Sempre Um Papo recebe o fotógrafo Adriano Fagundes e Pedro Drummond, que desde 1987 trabalha como curador do legado de seu avô, Carlos Drummond de Andrade, para uma conversa sobre o livro “Vasto Mundo” (Editora Autêntica). A obra traz uma seleção de poemas, aforismos e textos em prosa, extraídos da obra de Drummond, acompanhados de imagens capturadas pelo fotógrafo Adriano Fagundes ao longo de 30 anos de viagens pelo mundo, realizadas entre 1991 e 2021.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando:  4/11, às 18h

icone no formato do logo
05/11

Show Cinara Ribeiro

Em comemoração ao Dia das Favelas, celebrado em 4 de novembro, vinda da favela Morro das Pedras, Cinara Ribeiro transmite a energia potente que emerge dos becos e das vielas destes territórios.

Integra o projeto Diversidade Periférica, com curadoria de Patrícia Alencar e programação do Mês da Consciência Negra.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando:  5/11, às 16h

icone no formato do logo
06/11

Ubatuke, com Radical Tee

Radical Tee apresenta o pocket show Ubatuke, em comemoração ao Dia da Favela. O álbum, que leva o mesmo nome do show, foi criado em comemoração aos 30 anos da carreira do rapper Radical Tee e transmite a memória familiar do artista e de convidados, além de suas vivências dentro da Cultura Hip Hop.

Integra o projeto Diversidade Periférica, com curadoria de Patrícia Alencar e programação do Mês da Consciência Negra.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando:  6/11, às 11h

icone no formato do logo
10/11

Ciclo de Leituras – Galpão com interpretação em Libras

O grupo realiza uma série de leituras dramáticas no Memorial. Esta edição aborda  a obra do dramaturgo alemão Bertolt Brecht e, em dezembro, a programação traz uma adaptação do romance “Um Conto de Natal”, do autor Charles Dickens.

Integra o projeto Leitura Rara.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando:  10/11, às 19h30

icone no formato do logo
12/11

O Batuque do Quilombo dos Arturos

O batuque era praticado pelos negros como uma forma de refúgio para aliviar a dor, o sofrimento e a opressão da escravidão. Hoje faz parte do Patrimônio Cultural Imaterial, sendo um ritual representado pela dança de umbigada e pelas cantigas de roda que são levadas ao som dos tambores e das violas.

Integra o projeto Sensações Memoráveis, com curadoria de Marco Paulo Rolla e programação do Mês da Consciência Negra.

Quando:  12/11, às 10h30

icone no formato do logo
13/11

Abre a Roda Mulheres no Choro

O Memorial Instrumental apresentará o coletivo Abre a Roda Mulheres no Choro, que busca reconhecer e incentivar as mulheres nas rodas do Choro e colocar em cena mulheres instrumentistas de Belo Horizonte.

Integra o projeto Memorial Instrumental, com curadoria de Juliana Nogueira.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando:  13/11, às 11h

icone no formato do logo
18/11

A Gira do Bloco Afro Magia Negra

Programação do Noturno nos Museus

Vivência do Bloco Afro Magia Negra, objetivando trazer a oportunidade para os participantes experienciarem a Vozibilidade dos Tambores (percussão) e do Corpo Oralidade (dança). A atividade traz como princípio a Afrobetização por meio da Pretagogia, buscando multiplicar e expandir a Cultura Negra.  

Integra o projeto Gerais Cultura de Minas e a programação do Mês da Consciência Negra.

Inscrições prévias e gratuitas pelo telefone 31 3343-7317.

Quando:  18/11, às 19h e às 20h (duas turmas)

icone no formato do logo
18/11

Black Block, com Grupo Identidade

Programação do Noturno nos Museus

Formação Black Bloc é um grito para dois Brasis: o de quem tem direitos e o de quem não tem. Convidamos, através dos nossos corpos e histórias, os sujeitos do “primeiro Brasil” a reconhecerem seus privilégios e àqueles do “segundo Brasil”, a lutarem por seus direitos. A arte como denúncia.

Integra o projeto Gerais Cultura de Minas e programação do Mês da Consciência Negra.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando:  18/11, às 20h

icone no formato do logo
19/11

Desmedida Performance + Lançamento de Livro

Noemi Assumpção é artista visual, integrante do Grupo Indigestão (2012). Desenvolve seus projetos na Casa Azeitona – Ócio e Arte, desde 2017. Formada em Design Gráfico (1998) – UEMG e Artes Plásticas (2013) – UEMG. A produção da artista transita entre o desenho, a performance, a escultura e a instalação.

Integra o projeto Performance no Memorial.

Quando:  19/11, às 11h

icone no formato do logo
27/11

Juventino Dias

O trompetista Juventino Dias apresenta composições autorais e de importantes músicos negros expoentes do cenário instrumental, em que a música instrumental brasileira vai cruzar com o caminho das tradições, matrizes culturais, memórias e experimentações da música afrodiaspórica.

Integra o projeto Memorial Instrumental, com curadoria de Juliana Nogueira e programação do Mês da Consciência Negra.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Quando:  27/11, às 11h

icone no formato do logo
01/11- 08/01

Exposição Para Além das Margens

As imagens escolhidas para compor Para Além das Margens foram expostas primeiramente no Pavilhão do Brasil, construído para a Expo 2020, em Dubai. Como um manifesto do que podemos chamar de essencialmente brasileiro, elas transpiram, do momento capturado, a experiência do homem popular em sua epopeia existencial. Intencionalmente, as imagens retratam os sujeitos que habitam o Brasil.

Obras de: Cao Guimarães, Christian Knepper, Elza Lima, Marcel Gautherot, Maureen Bisilliat, Pierre Verger, Ronney Alano, Walter Firmo.

Evento presencial

Quando:  até 8/1/23

icone no formato do logo
01/11- 30/11

Ação Educativa: Salve, Dona Maria!!

A história de Dona Maria está conectada à história da construção de Belo Horizonte. A narrativa mais conhecida e contada sobre ela a aborda como uma senhora que, após ser expulsa de sua própria casa e vê-la destruída, haveria rogado uma praga, amaldiçoando os construtores da nova capital assombrando a cidade, até os dias de hoje.

A partir do que é possível observar em sua fotografia, como podemos imaginar Dona Maria e sua vida durante o curral Del Rey? Quais outras narrativas podemos construir para essa história? Por meio de uma intervenção o Educativo convida o visitante a pensar sobre essas e outras questões.

Integra a programação do Mês da Consciência Negra

Quando:  todos os dias, no horários de funcionamento

icone no formato do logo
01/12

fHist

Festival de História – Edição Especial

Bicentenário da Independência

Criado em Diamantina, o Festival de História aposta na força da literatura de temas históricos para democratizar o acesso do grande público.

18h30 – Mesa de debates “As mulheres que estavam lá (e quase ninguém ficou sabendo)”, com a coordenação de Heloísa Starling

20h – Apresentação do livro “200 mineiros que ajudaram a forjar o Brasil”, com a coordenação de Américo Antunes

21h – Apresentação musical Duo Mitre

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Página do artista/grupo: @ofhist

Data

01/12/2022 (quinta-feira)

18h30

icone no formato do logo
– 03/12

Palestra Patrimônio Culturale suas Multiplicidades,com Liliane Moreira

A necessidade de salvaguarda e promoção do patrimônio afromineiro vem se tornando de grande importância na agenda cultural e educacional.

Mas como podemos auxiliar na valorização das memórias e culturas originárias? Este debate marca o encontro com a educadora Liliane Moreira.

Inscrições prévias e gratuitas pelo telefone 31 3343-7317.

Data

03/12/2022 (sábado)

10h30

icone no formato do logo
– 03/12

Três Fadas Moribundas

Com interpretação em Libras

De longe, muito longe… De um mundo antes do mundo existir, onde o vento faz a curva e as montanhas brincam de roda, onde os rios são feitos de algodão doce e os oceanos, de bacalhau. De um lugar mágico onde há florestas antigas de recém-nascidas, vulcões cuspidores de lama vermelha, adubo e seres fantásticos feito baratas e cavalos, se alumbram elas: três fadas vindas do Antesmundo à procura da asa perdida em sua jornada rumo às estrelas.

Integra o projeto Eu, Criança, no Museu.

Página do artista/grupo: @fadasmoribundas

Data

03/12/2022 (sábado)

16h

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

icone no formato do logo
03/12- 04/12

Feira do Memorial – Artes e Design em Presentes Criativos

Dezembro chegou, e já começamos a pensar nas compras de Natal.

Que tal presentear com itens criativos e originais? A Feira do Memorial, desde 2015, traz muitas novidades em produtos para decorar ou presentear. O evento coloca em contato os artistas e o público, que poderá conhecer e adquirir trabalhos criativos, originais e exclusivos.

Sábado, das 10h às 17h30, com permanência até as 18h.

Domingo, das 10h às 15h30, com permanência até as 16h.

Entrada gratuita.

Página do artista/grupo: @memorial.vale

Data

De 03 a 04 de dezembro de 2022

Horário de funcionamento do MMGV

icone no formato do logo
– 08/12

Você já Bordou Hoje?

Ação colaborativa e coletiva. Um convite ao público para bordar junto ao artista Rodrigo Mogiz uma grande toalha de mesa, como se estivessem num banquete. A mineiridade ao redor de uma mesa tem seu lugar de afeto não só pela comida, mas também pelo compartilhar de conversas.

Integra o projeto Sensações Memoráveis, com curadoria de Marco Paulo Rolla.

Página do artista/grupo: @rmogiz

Data

08/12/2022 (quinta-feira)

10h30

Inscrições prévias e gratuitas pelo telefone 31 3343-7317.

icone no formato do logo
– 08/12

Diversidade Periférica

DJ Bebela, DJ Roxxie, Dokttor Bhu e Shabê

O Diversidade Periférica, no dia 8 de dezembro, receberá a DJ Bebela e a DJ Roxxie, com a força feminina na Black Music. Na mesma noite,  Márcio Silvia lançará a exposição “Rainhas Negras” e os paladinos Dokktor Bhu e Shabê, com sua originalidade, encerrarão a ocasião emanando boas vibrações inspiradoras.

Integra o projeto Diversidade Periférica, com curadoria de Patrícia Alencar.

Página do artista/grupo:

@bebeladiax (Dj Bebela) l @djroxxie_afton (Dj Roxxie) l @dokttorbhu (Dokttor Bhu)

Data

08/12/2022 (quinta-feira)

A partir das 18h

icone no formato do logo
– 11/12

Lançamento do livro infantil “Meu Primo Gigante”, de Clarissa Menicucci

O livro “Meu Primo Gigante”, de Clarissa Menicucci, com ilustrações de Newton Ulhôa, será lançado na Sala de Leitura, às 11h. No evento será realizada a venda do livro, com momento de autógrafos. Também será feita a contação da história, e as crianças poderão colorir imagens selecionadas do livro.

Integra o projeto Eu, Criança, no Museu.

Página do artista/grupo: @cacamenicucci

Data

11/12/2022 (domingo)

10h30

icone no formato do logo
– 15/12

Beatles para Orquestra – Concertos Didáticos

“Beatles para Orquestra – Concertos Didáticos” traz sucessos inesquecíveis que marcaram a trajetória da banda inglesa para o público belo-horizontino se emocionar. Entre uma música e outra, o maestro Felipe Magalhães apresenta curiosidades sobre o funcionamento de uma orquestra.

Página do artista/grupo: @orquestramusicoop

Data

15/12/2022 (quinta-feira)

19h

icone no formato do logo
– 16/12

Toca de Tatu – 10 Anos

Grupo mineiro de choro e música instrumental brasileira, o Toca de Tatu celebra sua primeira década de trajetória no espetáculo musical “Toca de Tatu – 10 Anos”. Com Luísa Mitre, Lucas Telels, Lucas Ladeia e Abel Ferreira.

Este é o primeiro trabalho totalmente autoral do grupo.

Integra o projeto Memorial Instrumental, com curadoria de Juliana Nogueira.

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

Página do artista/grupo: @tocadetatu

Data

16/12/2022 (sexta-feira)

19h

icone no formato do logo
– 22/12

Ciclo de Leituras – Galpão

Em dezembro, o grupo realiza no Memorial a leitura dramática de uma adaptação do romance “Um Conto de Natal”, do autor Charles Dickens.

Integra o projeto Leitura Rara.

Página do artista/grupo: @grupogalpao

Data

22/12/2022 (quinta-feira)

19h30

Retirada de ingressos uma hora antes do evento. No máximo um par de ingressos por pessoa. Lugares limitados.

icone no formato do logo
04/12- 25/12

Fluxo Musical

O MMGV convida os visitantes a participarem da ação educativa Fluxo Musical, pensada a partir da exposição Para Além das Margens. Essa ação relaciona simbologias identitárias entre a imagem e a música popular brasileira em associação com elementos do cotidiano.

Data

Todos os domingos

icone no formato do logo
01/12- 31/12

Salve, Dona Maria!

A história de Dona Maria está conectada à construção da cidade de Belo Horizonte. A narrativa mais conhecida fala sobre uma senhora que após ser expulsa de sua própria casa e vê-la destruída rogou uma praga amaldiçoando os construtores da nova capital, e, desde então, assombra a cidade. Embora essa narrativa evidencie a desapropriação e o descaso como parte estrutural do progresso, por outro lado, ela esvazia e desumaniza a existência dessa mulher, relegando-a ao lugar da lenda, do fantasmagórico, de uma assombração chamada pelo pejorativo nome de “Maria Papuda”. Sendo assim, convidamos os visitantes a imaginar: como seria a vida de Dona Maria no antigo Curral Del Rey? Quais outras narrativas podemos construir para essa história?

Data

Todos os dias no horário de funcionamento do Memorial

icone no formato do logo
08/12- 05/02

Exposição Rainhas Negras

O artista negro Márcio Silva, fotógrafo e produtor cultural, estará lançando sua 2ª edição fotográfica (tema “Rainhas Negras”). A exposição contará com imagens que retratam a beleza e a força das mulheres negras, celebrando sua história, ancestralidade, diversidade, e contribuindo para a visibilidade das mulheres negras na sociedade. Será uma oportunidade única para apreciar a arte de Márcio Silva e refletir sobre a importância da representatividade negra na sociedade.

A exposição conta com uma série de 22 obras fotográficas artísticas e conceituais produzidas pelo artista Márcio Silva, em parceria com as maquiadoras Camila Sampaio, Lucy Vianini e Nayuri Leandra, e apresenta um olhar inovador sobre a beleza. As imagens abordam temas como a representação da mulher na sociedade, o corpo e a beleza idealizada e a construção da identidade feminina. A série é composta por fotografias que misturam elementos de fantasia e realidade, criando um mundo onde a beleza é celebrada de forma diversa e inclusiva. Todas as 20 obras contam ainda com um áudio descritivo e poético, assinado pelo cantor e compositor Rafael Prates, que em parceria com o artista Márcio Silva, pensou a inclusão participativa de deficientes visuais, além de ampliar a experiência contemplativa do grande público.

Integra o projeto Diversidade Periférica, com curadoria de Patrícia Alencar.

Data

De 08/12/2022 até 05/02/2023

icone no formato do logo
01/12- 08/01

Para Além das Margens

As imagens escolhidas para compor Para Além das Margens foram expostas primeiramente no Pavilhão do Brasil, construído para a Expo 2020, em Dubai. Como um manifesto do que podemos chamar de essencialmente brasileiro, elas transpiram, do momento capturado, a experiência do homem popular em sua epopeia existencial. Intencionalmente, as imagens retratam os sujeitos que habitam o Brasil. 

Obras de: Cao Guimarães, Christian Knepper, Elza Lima, Marcel Gautherot, Maureen Bisilliat, Pierre Verger, Ronney Alano, Walter Firmo.

Data

Até 08/01/2023

icone no formato do logo
01/12- 31/12

Horário estendido

Durante dezembro, o Memorial terá o horário de funcionamento estendido entre 06 a 22 de dezembro de 2022, conforme abaixo:

Terça, quarta, sexta e sábado: das 10h às 20h30,
com permanência até as 21h.

Quintas: das 10h às 21h30, com permanência até as 22h.

•Fechado nos dias 24/12, 25/12, 31/12 e 01/01/2023.

Aproveite a oportunidade para conhecer a história de Minas Gerais de forma interativa e divertida. A entrada é gratuita.

icone no formato do logo

Sem eventos para o mes selecionado

Sem eventos